Editora PenDragon lança Contos Amargos na Bienal SP

1

Editora PenDragon lança Contos Amargos na Bienal SP - Contos Amargos - CapitularesFundada em 2015 com o objetivo de valorizar os autores nacionais e ir na contramão ao mercado editorial tradicional, a Editora PenDragon está lançando na Bienal do Livro de São Paulo 2016 os Contos Amargos. A coletânea de 16 textos trata sobre temas como: relacionamentos abusivos, depressão funcional, gravidez no mundo da prostituição, leucemia e entre outros.

A obra é assinada por quatro autores, sendo eles os iniciantes Allana Machado, Bruno Catão e Paulo Vitor Mendonça e a já experiente Alessandra Morales (com um e-bookVai que é Tua Marieta – e um conto da coletânea As Matadoras do Submundo publicados sob a alcunha de Alessandra Tapias).

O grupo, que se conheceu em um curso de escrita criativa, tinha como objetivo fazer o público se emocionar durante a leitura da obra. “Cada uma dessas histórias vai pegar no ponto fraco de alguém”, explica Alessandra. “Mesmo que seja de felicidade, em algum momento você vai chorar”, afirma.

Métodos de criação

Por ser uma obra conjunta, cada autor utilizou um artifício para desenvolver seus respectivos enredos. Pelo menos dois deles, Paulo Vitor e Bruno, recorreram as experiências reais como base para a construção de seus textos, levando para as páginas do livro, histórias familiares ou, até mesmo, pessoais.

Editora PenDragon lança Contos Amargos na Bienal SP - Allana Machado, Paulo Vitor Mendonça, Alessandra Morales e Bruno Catão, autores da obra Contos Amargos da Editora PenDragon - Capitulares

Da esquerda para a direita: Allana Machado, Paulo Vitor Mendonça, Alessandra Morales e Bruno Catão, autores da obra Contos Amargos

Já a caçula dessa trupe, Allana, revelou que prefere um método um pouco mais curioso. Ela escuta as conversas das pessoas nos ônibus e insere em seus contos alguns detalhes desses bate-papos alheios que ocorrem no dia a dia dentro do transporte público.

Citada pelos próprios colegas como a líder dos autores, Alessandra afirmou que seu processo de criação é continuo e, por isso, quase sempre já tem trabalhos prontos para atender às demandas apresentadas pelas editoras. No caso de Contos Amargos, a escritora afirmou que dos quatro textos de sua autoria, apenas um teve de ser produzido integralmente para esta coletânea.

Encontre os autores

Dedicados ao lançamento da obra, os autores realizarão mais duas sessões de autógrafos durante a Bienal de SP 2016. Elas ocorrerão no dia 3 e 4 de setembro, respectivamente às 19h e 16h40. Os interessados podem comparecer ao estande da Editora PenDragon (G074).

Para aqueles impossibilitados de comparecerem ao evento, a obra também pode ser adquirida por meio da loja oficial a editora. Confira: http://migre.me/uRlu1.

Share.

About Author

Jornalista formado desde 2013. O primeiro livro que li na vida foi “O Menino que Aprendeu a Ver”, de Ruth Rocha, e desde então tenho esse estranho hábito de juntar letras, palavras e frases. Enquanto a minha geração se aventurava com Harry Potter durante a infância e a adolescência, minha primeira série de fantasia foi Deltora Quest, de Emily Rodda. Tenho medo do que posso fazer com minha conta bancária quando entro em uma livraria e geralmente quem não gosta de ler evita ao máximo passar comigo em frente a uma.

1 Comentário

  1. Que coisa mais emocionante!!! Você que me fez chorar com essa matéria INCRÍVEL!!!!

    Muito obrigada…. Pera que vou gritar muito pra todo mundo vir aqui ver essa maravilha!!!

    Bjks mil nesse seus corações enormer!!!

Leave A Reply