Cinco motivos para ir à Bienal do Livro

0

Já que está rolando a 24ª Bienal do Livro de SP. Por isso, resolvemos elencar os cinco motivos pelos quais, na nossa opinião, você deveria marcar presença nesse gigantesco evento. Se você já visitou a feira este ano, deixe seu comentário e nos diga o que achou. Ajude-nos a debater sobre o tema.

1° – Comprar livros

Muitos dizem que não vale a pena, que na internet é mais barato e que os descontos são pequenos demais. Bom, essa conversa pode até valer para algumas editoras, mas a verdade é que se você procurar bem, com certeza vai encontrar bons livros por preços justos.

Durante a visita da nossa equipe à Bienal no último sábado, ficou nítido que todos os estandes estão vendendo seu catálogo por, no mínimo, 20% de desconto. Dito isso, fica óbvio que algumas editoras fizeram um esforço para não deixar os leitores  simplesmente olhando os estandes.

Dicas de estandes:

Editora WMF Martins Fontes

14114852_1070066903062492_5733290655979366873_oCom desconto de 50% em todo seu catálogo, incluindo lançamentos, a Martins Fontes é um dos poucos expositores com reduções de preços realmente grandes dentro da Bienal.

 

 


Editora Leya

14125583_1287421957944023_3142880106601549422_oA Editora Leya está com o sistema de selo, cada um com cor e preço diferente. Em seu estande é possível encontrar lançamentos com 50% de desconto e títulos a R$ 10. Alguns livros acompanham brindes.

 


Submarino

14040126_1434743369875077_8809322270329199288_n

Famoso por suas promoções no site, a empresa seguiu o seu modelo de negócio e conseguiu levar bons preços ao evento. Boa parte dos livros no estande correspondem aos preços online.

A empresa também busca fazer promoções diárias no estande.

 


Editora Aleph

14182446_1267261409973806_1864925029_n

Oferecendo 20% de desconto em todo o catálogo, a Aleph leva à Bienal promoções aplicáveis a livros selecionados. Entre estas obras estão volumes da série Star Wars, que estão sendo vendidos a R$ 10.

A editora também garante um poster aos leitores que fizerem compras acima de R$ 60.

 

 


2 – Conhecer autores

A chance de conhecer o seu autor (a) preferido (a) é real neste eventos. Por esse motivo elenquei essa categoria. Sempre marcada pelo encontro de escritores e leitores, a Bienal deste ano segue nessa  mesma linha de organização.

Vários autores farão sessões de autógrafos e bate-papos em diversos estandes. Isso também abre margem para leitores em potencial encontrem histórias que nunca haviam visto até então por meio do contato direto com seus criadores.


 

3 – Palestras, bate-papo e etc

Não é só de autores e livros que vive a Bienal. Diversas celebridades da internet / YouTube e personalidades da televisão (além de outros profissionais envolvidos com apresentações de teatro aberto e musicais) se espalham pelos 8 pontos culturais, locais que recebem os eventos completares às atrações já tão tradicionais; 

Arena Cultural14107786_1275634222449091_112471629062098649_o

Principal espaço da Bienal, o Arena Cultural é onde acontecem os encontros entre autores e visitantes. Os principais escritores que visitaram/visitarão este ponto são:

Lucinda Riley, autora de A Irmã Da Sombra, As Sete Irmãs e A Garota Italiana;

Kevin Hearne, autor de Star Wars Herdeiro do Jedi;

Ava Dellaira, autora de Cartas de Amor Aos Mortos

Jennifer Niven, autora de Por Lugares Incríveis

Amy Ewing, autora de A Joia e A Rosa Branca;

Tarryn Fisher, autora de e A Oportunista, A Perversa e O Impostor.

 

Arena de Autógrafos 1 e 214068371_1273629315982915_4950374724167235135_o

Dedicado às sessões de autógrafos, estes espaços são onde leitores e escritores se encontram.

 


14188150_1276543822358131_4896569354194036339_oBiblio Sesc

Idealizado pelo Sesc-SP, esta arena foi construída para que os visitantes vivenciem e sentam a literatura por meio de músicas e contação de histórias.


14152082_1267322709967676_1426090878_o

Espaço Infantil BIC – Mauricio de Sousa

Conduzida por uma exposição de 80 anos do criador da Turma da Mônica, Maurício de Souza, o Espaço Infantil BIC – Mauricio de Sousa é uma arena voltada para as crianças.

O espaço traz diversas atividades para os pequenos, entre elas teatro de fantoches, pintura e música.


14124461_1274679025877944_5138583895945252945_oCozinhando com Palavras

Totalmente voltado para a gastronomia, este espaço garante aos adoradores da arte da cozinha uma experiência única com os maiores chefs do Brasil.


14039903_1272719076073939_7607652906242520245_nSalão de Ideias

O projeto é uma parceria entre a Câmara Brasileira de Livro (CBL), o Itaú Cultural e o Sesc SP para promover discussões sobre sociedade moderna, cultura e literatura com escritores e pensadores.


14125124_1275634395782407_6005686709376689237_oCordel e Repente

Local para conhecer, aprender e exercer a literatura de cordel, com oficinas e palestras.


14196161_1275636705782176_1122995150004794951_oEspaço Ignácio Loyola Brandão

A arena é uma homenagear os 80 anos do escritor Ignácio Loyola Brandão. O espaço será palco de discussões sobre o setor editorial e temas como direitos autorais, políticas públicas e vendas


Alguns destaques que já passaram pelos espaços culturais: Mandy Candy (You Tuber e Escritora), Isabela Freitas (Escritora e YouTuber), Jout Jout (Escritora e YouTuber), Eduardo Cilto (Escritor e YouTuber), PC Siqueira (YouTuber / Livro), RezendeEvil (You Tuber Gamer e Escritor), Zangado (You Tuber Gamer e Escritor), Tatiana Feltrin (You Tuber), Iberê Thenório (You Tuber), Jefferson Rueda (Chef de Cozinha), Érick Jacquin (Chef de Cozinha).

A programação completa pode ser acessada no site da Bienal aqui


4 – Conhecer novos títulos e editoras

 

A chance de esbarrar em livros com bons descontos e que não temos a menor ideia se vale ou não a pena é grande. Por isso, é bacana arriscar, justamente por serem obras mais em conta. Sem falar que é quase impossível conhecer todas as editoras do mercado.

Assim, a Bienal é o local ideal para ampliar nosso conhecimento do mercado editorial.


5 – Agregar e difundir a cultura

A última dica é simplesmente o evento em si. Toda a bagagem cultural apresentada nos estandes e áreas culturais já fornecem um forte estímulo à cultura e à educação. A prova disso é que pessoas de outros estados viajam por horas para participar da feira. Além disso, diversas escolas de São Paulo (SP) também fazem excursões para apresentar um dos eventos mais importantes da literatura nacional aos pequenos e futuros leitores.

Share.

About Author

Sou formado em jornalismo e estudante de design gráfico. Entusiasta de um bom quadrinho ou mangá. Adoro livros de terror e ficção científica, além de ter um dedinho na fantasia. Não perco a oportunidade de discutir um filme ou livro. Adora debater ideias e refletir sobre o péssimo posfácio dos livros.

Leave A Reply